espaço da pesquisa 7ª edição

“Corpo-máquina (fotográfica) e Covid-19: interseções antropológicas”

por Geissy dos Reis Ferreira de Oliveira (UFPB)

De que modo é possível perceber e registrar, por via da fotoetnografia expandida, o “rastro”/existência e reverberações da pandemia por Covid-19? Que fotografias de pandemia seriam estas? Como acessar a fotografia como metodologia de pesquisa, ou seja, o exercício e a elaboração fotográficas como rumo antropológico? Como trazer nestas imagens, as enunciações, e experiências vividas pelos/as interlocutores/as, e de forma compartilhada? São estas as incertezas iniciais que me movem nesta pesquisa. Para tanto, opto pelo aporte metodológico do “tentar”. Em duas incursões etnográficas, para as quais levo todas essas questões, alcanço algumas certezas (efêmeras talvez), e novas dúvidas, a partir das tentativas-erro e tentativas-acerto gestadas nessa pesquisa piloto. Aqui, neste breve percurso etnográfico e durante todo o caminho de pesquisa, me insiro como fotógrafa e antropóloga em formação, acessando deste modo, os recursos da fotoetnografia (ACHUTTI, 1997) e fotografia (expandida) epidêmica.

Palavras-chave: fotografia; Covid-19; caminhos de pesquisa.

>> ler a pesquisa

<< voltar ao espaço de pesquisa

_